Tag: Lucimara Bispo

Conversa com Verso – Vozes Bugras – Fotos

30 de outubro de 2012 - Por Lourdes Casquete

Em Setembro, Dia 29 às 16h, o Conversa com Verso recebe o grupo Vozes Bugras.

28 de agosto de 2012 - Por Lourdes Casquete

Em Setembro, Dia 29 às 16h, o Conversa com Verso recebe o grupo Vozes Bugras, formado por Anabel Andrés, Anunciação, Cássia Maria, Célia Gomes, Lucimara Bispo, Tiane Tessaroto e Ully Costa

Lançando seu primeiro CD, o grupo nascido em 2002 tem como norte da sua pesquisa de repertorio o resgate de canções, contos, ritos, mitos e lendas que remetem à nossa identidade bugra-cabocla-mulata-mameluca-cafuza brasileira, num delicado trabalho de acolher, reencantar e renovar a cada apresentação e cada encontro o sentido de rituais ancestrais, celebrando a riqueza e a diversidade de nossas raízes culturais.
A reflexão sobre o sagrado e o feminino no nosso legado cultural permeia o repertório, tendo como referências as manifestações da cultura tradicional e as obras de pesquisadores, compositores e intérpretes que guardam, reinventam e simbolizam nossa cultura mestiça.
Além do canto, violão, viola e percussão, também está presente a percussão corporal, reverberando a experiência que está na origem do grupo na Orquestra Orgânica Performática, criada por Stênio Mendes com a colaboração de Fernando Barba, mestres e parceiros de música espontânea.

Sobre o nome: Vozes Bugras surgiu de um trocadilho com o Mistério das Vozes Búlgaras, que não se trata de mero acaso, pois a denominação depreciativa, bugre, dada aos indígenas brasileiros pelos colonizadores, provém do termo francês bougre, referente aos “hereges búlgaros”, resistentes à ocupação de seu território em séculos passados, e estendeu-se a todo aquele que fosse considerado rude ou selvagem, em contraposição a uma ideia exclusiva de civilização europeia. Daí nasceu o conceito fundamental da pesquisa de repertório em que mergulhamos, buscando as manifestações tradicionais que remetem à nossa identidade cultural.
Blog: vozesbugras-br.blogspot.com

Anabel Andrés
Performer, bailarina, musicista e arte-educadora, pós-graduada em Educação Artística pela Faculdade Marcelo Tupinambá. Estudou Arte do Movimento no Laban Centre for Movement and Dance (UK), piano, teoria e percepção musical no Centro Livre de Música e Arte (método CLAM), violão no Coonservatório Dramático Musical de SP, canto no Conservatório Musical Brooklin Paulista, Capoeira Regional com Mestre Bartô Ferreira, Percussão Corporal com Stênio Mendes e Fernando Barba na Universidade Livre de Música, cursos e oficinas nas áreas de movimento, música e educação com muitos artistas reconhecidos.
Fundou o grupo musical Vozes Bugras em 2002, é membro do Núcleo Orgânico Performático (NOP), criado em 2004, e colaboradora da premiada Cia. Danças de Claudia de Souza desde 1995.
Investiga as interfaces entre arte performática, terapia, e ritual, abordando as inter-relações entre som e corpo/soma em suas performances.
Atualmente desenvolve uma parceria cultural com o povo Guarani da cidade de São Paulo através do Projeto Aldeias/Programa Vocacional/DEC/SMC.

Anunciação
Cantora, compositora e arte educadora, com formação em música erudita pela Universidade Estadual do Ceará. Estudou com os mestres da música erudita, H.J.Koellheuter, Lindembergue Cardoso e Almeida Prado e realizou o curso de Designer Sonoro no CPT do Sesc Consolação. Na extinta ULM, participou dos cursos de música espontânea e percussão corporal com Stênio Mendes e Fernando Barba.
Gravou e produziu seu primeiro disco solo em 1998, “Interior”, de composições autorais, além de diversas participações em outros trabalhos musicais. Compôs trilhas sonoras para teatro, dentre elas, a trilha musical com sucatas da peça Mundus Immundus, de Nanna de Castro e outras voltadas para o público infantil.
Criou e coordenou o grupo de percussão “Unidos da Sukata”, através de seu trabalho com moradores em situação de rua, tendo se apresentado nos mais diversos espaços da cidade. Trabalha em Teatro de reprise com o grupo Olharte. É integrante do grupo vocal de cultura tradicional Vozes Bugras. Atua como arte-educadora para jovens em situação de risco no Projeto Quixote e cursa na Unesp/Umapaz especialização em Ecologia, Arte e Sustentabilidade.

Cássia Maria
Percussionista, cantora e compositora, lançou em 2009 seu cd autoral “De cara pro sol”.
É professora de música do Ensino Fundamental, Médio e EJA (Colégio Lourenço Castanho).
Ministra oficinas de percussão em Sescs, Oficinas Culturais, Céus e outros espaços culturais.
Participa de vários Cds como percussionista e compositora; além de acompanhar artistas em shows musicais, tais como: Consuelo de Paula, Kátia Teixeira, Pereira da Viola, Anunciação, A Quatro Vozes, entre outros.
Faz parte do grupo de percussão Gaia Gruv, Grupo de chorinho Choro de Moça e Vozes Bugras.
Representou o Brasil em Cuba com o grupo A Quatro Vozes, Argentina com a cantora Consuelo de Paula, França com a sambista Dona Iná, Espanha com a cantora Socorro Lira.

Célia Gomes
É atriz, pedagoga, contadora de histórias, manipuladora de bonecos no teatro e na televisão e arte educadora.
Trabalha como diretora e atriz da Cia. Palavras Andantes, desenvolvendo um trabalho de pesquisa da tradição oral e narração de histórias para adultos e crianças.
Trabalhou com teatro de bonecos na Cia. Truks, na Cia. Articularte, na Opereta Ramom e Maraó com o Palavra Cantada – Direção de Gustavo Kurlat – Manipulando bonecos do Giramundo . Também com bonecos, participou do seriado infantil A Turma da Arca, Chubidubas da MTV e participou de episódio do Cocoricó na TV Cultura.
É integrante do grupo vocal Vozes Bugras, realizando pesquisa e narração de mitos e lendas.
Trabalha na Associação Arte e Despertar contando histórias para adultos e crianças em hospitais.
Participou de diversos festivais de teatro e narração de histórias e projetos especiais de literatura.
Como arte educadora, desenvolve cursos de interpretação, narração de histórias e teatro de bonecos, atuando em oficinas culturais, escolas, cursos de formação de atores, capacitação de educadores e trabalhou como orientadora artística do Projeto Ademar Guerra da Secretaria Estadual de Cultura de SP.

Daniela Lasalvia
Daniela Lasalvia, mais conhecida como Dani Lasalvia, é uma artista multifacetada, além de cantora e compositora, é instrumentista, produtora, programadora visual e animadora cultural. Sua carreira musical inicia-se precocemente, aos sete anos já estudava piano e se apresentava em diversos recitais e concursos. Na adolescência, estudou canto lírico e percussão vocal/corporal. O gosto pelo canto lírico se estenderia por tempo mais tempo, o que a levou a estudar no Conservatório Tchaikovsky, em Moscou. Voltando ao Brasil, inspirada pela obra do músico e multi-instrumentista mineiro Dércio Marques, a cantora, natural de São Paulo, passou a desenvolver um trabalho de resgate e valorização da cultura popular. Além de seu trabalho solo, Dani é integrante do grupo musical brasileiro Vozes Bugras, no qual desenvolve uma trabalho belíssimo ao lado de Cássia Maria, Anunciação, Anabel, Celia Gomes, Ully Costa, Lucimara Bispo, no qual resgatam, através da música, contos, cantos, ritos, mitos e lendas da tradição oral mundial.
Dani é uma das maiores entusiastas da cultura/tradição indígena no Brasil, desenvolve um trabalho de resgate do Tupi, trazendo para suas canções toda a beleza do idioma nativo de nosso país. Como animadoras cultural, trabalhou com projetos filantrópicos que levaram oficinas de música e arte às comunidade carentes de São Paulo. Produziu shows de grandes nomes da música popular brasileira, a exemplo de Renato Teixeira, Xangai, Chico César, Ceumar, e Tetê Espíndolla, além de ser a idealizadora do projeto Brasil Arte - A Arte Brasileira de Ser Artista.
Sua primeira aparição profissional foi em 1996, apresentada por Dércio Marques, o que abriu as portas para participações em show de Vidal França, José Gomes, José Eduardo Gramani, dentre outros. Fez participações especiais em diversos discos de artistas brasileiros, em como de coletâneas nacionais.

Lucimara Bispo
Lucimara Bispo Percussionista/ baterista/ Professora de Música, aos 17 anos estudou Violão popular e desde 1997 vem se dedicando ao estudo e à pesquisa na área de Percussão e Bateria.
Participa do trabalho musical calcado na pesquisa de ritmos brasileiros, intitulado “Canto de todo canto” (carimbo, boi-bumbá, maracatu, samba de roda, baião, maracatu cearense, xote, choro, modinha, etc), com a cantora e violonista Anunciação Rosa. É integrante do grupo vocal/percussivo “Vozes Bugras”, no qual realiza pesquisa de músicas das raízes indígenas, negras e ibéricas. No teatro com a Cia Mega-Mini na peça “O mundo de Lili” (poemas infantis de Mario Quintana), no espetáculo “Cecília Meirelles para Crianças”, e com a Cia Universo Paralelo.
Além de atuar como Baterista/Percussionista free-lancer. Desde 2001 é integrante do grupo de percussão Coração Quiáltera, com o qual desenvolve vasta pesquisa na construção de instrumentos inusitados, captação de novos timbres musicais através de objetos do cotidiano, polirritmia e a utilização de compassos irregulares.

Tiane Tessaroto (Atual cantora do grupo)
Cantora e educadora musical. Estudou canto popular pela ULM (Universidade Livre de Música Tom Jobim), onde também participou do curso de percussão corporal e instrumentos de sucata com Stênio Mendes e Fernando Barba. Na Fundação as Artes de São Caetano do Sul estudou teoria e percepção musical e teve aulas de violão popular. Fez aulas particulares com a cantora e fonoaudióloga Maria Alvin e tem participado de diversos cursos e oficinas na área de educação musical, entre eles com a educadora especializada em pedagogia musical Enny Parejo (sensibilização, expressão e escuta musical), com Viviane Louro (música e psicomotricidade) e outros (música africana na sala de aula, musicalização através da música popular brasileira). Atualmente cursa o último ano de Licenciatura em Educação Musical pela Universidade Federal de São Carlos na modalidade EAD.
Participou do grupo Kangoma com quem gravou o disco independente Rodas do Mundo. Pelo selo Atabaque’s Records gravou o disco Umbanda de Oxum, o 5º volume da série Centenário da Umbanda. Atualmente integra o grupo Vozes Bugras e dá aulas de musicalização infantil.

Ully Costa
A cantora e compositora paulistana Ully Costa iniciou sua carreira no início da década de 1990 e vem atuando em shows, gravações de estúdio, trilhas teatrais, jingles e aulas de canto e de musicalização infantil. Hoje é vocalista e líder da banda paulistana Sandália de Prata, que em 2011 lançou seu terceiro CD, “Desafio ao Galo”, e integrante do grupo Vozes Bugras. Formada em canto popular pela ULM (Universidade Livre de Música Tom Jobim), teve técnicas vocais com Tuti Baê, percussão corporal e instrumentos singulares com Stênio Mendes e Fernando Barba (Barbatuques), violão popular com Luizão Cavalcanti, cavaco com o professor Eduardo Sant’ Anna (Edú 7 cordas) e flauta transversal com o professor João Poleto.
Ully Costa já desenvolveu diversos trabalhos educacionais ligados à música, como Casa De Passagem Do Campo Limpo, Projeto Musical Timbalata, Casa Do Zezinho, República Do Lago, Coordenação Musical Canto Coral Projeto Arquimedes, Alpha Escola De Música e outros.


Conversa com Verso: Um bate-papo musical.
Convidados: Vozes Bugras
Dia: 29/09/2012- Sábado às 16h.
Local: Centro Cultural Aúthos Pagano.
Endereço: Rua Tomé de Souza, 997 - City Lapa/SP - Tel: (11) 3539 6140 e 3836-4316
Grátis - Duração: 70 min – Capacidade: 60 lugares - Livre

O Projeto “Conversa com Verso” está em seu oitavo ano de sucesso, com a curadoria e a produção executiva de Celina Lucas e Lourdes Casquete, convidando artistas consagrados e novos talentos, com um formato completamente acústico, que privilegia a poesia, a canção e o bate-papo entre o artista convidado e a plateia.
Realizado pelo Instituto Pensarte e o Centro Cultural Aúthos Pagano, com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura.

O Projeto Conversa com Verso recebe em 26/06/2010 o grupo ‘Vozes Bugras’

21 de junho de 2010 - Por Lourdes Casquete

O grupo feminino Vozes Bugras, formado por Anabel Andrés, Anunciação, Cássia Maria, Célia Gomes, Daniela Lasalvia, Lucimara Bispo e Ully Costa, pesquisa canções, contos, ritos, mitos e lendas brasileiras e rendem uma homenagem a compositoras e intérpretes que guardam, reinventam e simbolizam a nossa ‘bugridade' mulher.

A seleção do repertório abriga as mais ricas manifestações da música popular brasileira, desde canções indígenas, pontos do Candomblé, sambas cantados por Clementina de Jesus e Clara Nunes até textos de autores contemporâneos e composições do próprio grupo.O espetáculo é harmonicamente muito rico, usando vários instrumentos tocados pelas próprias integrantes. Além do violão, viola, cavaquinho, percussão e canto, usam instrumentos feitos com sucata, percussão vocal e corporal.

SERVIÇO:
Projeto Conversa com Verso: um bate papo musical, com a participação do público
Convidados: Vozes Bugras
Dia: 26/06/2010- sábado - às 16 horas
Local: Centro Cultural e de Estudos Superiores Aúthos Pagano
Rua Tomé de Souza, 997 - City Lapa/SP - Tel: (11) 3836-4316
Entrada franca
Duração: 60 min – Capacidade: 60 lugares.
Público: maiores de 12 anos.
Sem estacionamento
Produção: Celina Lucas e Lourdes Casquete
Realização: APAA – Associação dos Amigos da Arte e Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo